Logotipo CAO

Caro Atleta,

Estamos a sensivelmente dois anos dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 e esta é uma altura crucial para aqueles que lutam por uma participação olímpica. Com o início formal do Projeto Olímpico Tóquio 2020, que se estende por um horizonte de quatro anos, até finais de 2021, estão praticamente concluídos os alicerces estruturais deste ciclo Olímpico. 
 
À semelhança do que ocorreu no passado ciclo Olímpico, está à partida garantida a continuidade do Projeto para além de 2020, evitando desta forma, qualquer vazio para aqueles que têm os olhos postos no país do sol nascente, mas veem Paris 2024 também como um objetivo. 
 
Ao longo da discussão do Projeto Olímpico Tóquio 2020 a CAO tem sido uma voz ativa na defesa dos interesses dos atletas, dando expressão, entre outras, às recomendações emanadas do Encontro Nacional de Atletas Olímpicos realizado em 2016, onde foi efetuado o balanço do ciclo Rio de Janeiro 2016.
 
Temos vindo a trabalhar para que neste novo ciclo exista uma maior informação junto dos atletas e maior transparência na gestão das verbas disponibilizadas para o apoio à preparação desportiva dos atletas.
 
Não obstante este trabalho que estamos a desenvolver internamente, gostaríamos de ressalvar a importância do envolvimento dos atletas neste processo. Os vossos contributos são extremamente relevantes, pois são fruto da experiência do dia-a-dia. Dito isto, assumindo a CAO o compromisso de manter a comunidade de atletas Olímpicos informada sobre os desenvolvimentos deste processo, apelamos também à vossa participação nesta fase tão crucial. 
 
Procurando ir ao encontro das necessidades dos atletas, e porque consideramos a formação como um aspeto de extrema importância para a sua carreira desportiva e mesmo vida pessoal, temos já agendada a formação “Excelência e Performance: Os contributos da Psicologia para a otimização do processo desportivo”, à qual convidamos a participar. Temos igualmente previstas formações em áreas como Gestão Financeira, comunicação nas Redes Sociais e pretendemos também explorar de forma mais minuciosa as temáticas da Nutrição, Suplementação e Hidratação, uma vez que na formação referente a este tema, realizada o ano passado, concluiu-se que havia essa necessidade.
 
Também aqui, gostaríamos não só de obter as vossas reações, como também sugestões de temas que considerem pertinentes.
 
Paralelamente, continuaremos a desenvolver aqueles que consideramos serem os pilares da nossa própria existência: Representação, Apoio, Acompanhamento das Carreiras Duais e do Pós-carreira e a Valorização Social dos Atletas.
 
Para tal, as portas do Gabinete do Atleta estarão sempre abertas, sendo também nossa intenção, reforçar o acompanhamento aos atletas, não só no desenvolvimento da sua carreira desportiva mas também ao nível das carreiras duais e da preparação do seu pós-carreira desportiva e a integração no mercado de trabalho.
Finalmente, como tem sido apanágio da CAO, continuaremos a trabalhar de forma próxima com o COP, Secretaria de Estado da Juventude e Desporto e demais entidades do sistema desportivo, na procura de soluções que conduzam à melhoria das condições para os atletas desenvolverem as suas carreiras e vidas.
 
Num ano que para alguns será já de qualificação Olímpica, cheio de desafios, mas também de oportunidades, desejamos acima de tudo, que consigam desenvolver as ferramentas que os levarão a alcançar os objetivos a que se propuseram, reiterando mais uma vez a nossa disponibilidade e vontade, por mais humilde que seja esse contributo, para tal.
 
Bom ano de 2018!

João Rodrigues
Presidente CAO

 IMG 1935

 

João Rodrigues tomou esta quinta-feira posse como novo presidente da Comissão de Atletas Olímpicos (CAO), sucedendo a João Neto. O velejador olímpico, participante em sete edições dos Jogos, tem como vice-presidente Susana Feitor (atletismo). O secretário-geral é João Silva (triatlo).

“Vamos trabalhar para que todos os atletas tenham condições de se prepararem o melhor possível para os Jogos Olímpicos”, prometeu João Rodrigues. “Agradeço a confiança que os meus colegas da Comissão depositaram em mim. Qualquer um teria capacidade para ser presidente.”

Fazem igualmente parte da Comissão Diretiva que dirigirá a CAO até 2021 os vogais David Rosa (ciclismo), Emanuel Silva (canoagem), Jéssica Augusto (atletismo), João Pereira (triatlo), Rui Bragança (taekwondo) e Telma Santos (badminton).

A posse, conferida pelo presidente do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino, foi acompanhada pelo representante da Secretaria de Estado da Juventude e Desporto, Nuno Laurentino, e pelas federações desportivas.

Votaram nas eleições da CAO 90 atletas, que elegeram a atual Comissão Diretiva – esta, por sua vez, escolheu internamente o presidente, a vice-presidente e o secretário-geral.

Logotipo CAO

Após o anúncio da abertura do ato eleitoral para Comissão Diretiva da Comissão de Atletas Olímpicos (CAO) foram levantadas algumas duvidas relativamente ao universo dos atletas com capacidade eletiva e de elegibilidade.

Concretamente, que atletas estariam abrangidos pela designação “atletas participantes nos Jogos Olímpicos, no ativo ou retirados, mas não após o termo da terceira Olimpíada posterior aos últimos Jogos Olímpicos em que tenham participado”. E sobretudo o que fazer quando outras disposições, quer da carta olímpica, quer dos estatutos do COP restringem o exercício de funções ou de representação durante todo o mandato.

Apreciado o assunto decidiu-se rever a orientação anterior pelo que podem candidatar-se ao ato eleitoral da CAO os atletas olímpicos portugueses, no ativo ou retirados, que tenham participado em pelo menos uma das seguintes edições dos Jogos Olímpicos e Jogos Olímpicos de Inverno:

• Atenas 2004;
• Turim 2006;
• Pequim 2008;
• Vancouver 2010;
• Londres 2012;
• Sochi 2014;
• Rio de Janeiro 2016

À luz desta nova determinação, o novo prazo de apresentação de candidaturas foi estabelecido para o período entre 6 de Abril e 17 de Abril de 2017. No entanto consideram-se válidas as Candidaturas já recebidas.

As candidaturas, individuais, devem ser apresentadas mediante o preenchimento do Formulário de Candidatura (em anexo) e posterior envio para o endereço eleicoescao@comiteolimpicoportugal.pt, até ao dia 17 de Abril de 2017.

A partir de dia 20 de Abril de 2017, as candidaturas aceites serão divulgadas nos sites da CAO e do COP na Internet.

Encontra-se igualmente convocada a Assembleia Plenária da Comissão de Atletas Olímpicos para o próximo dia 27 de Abril.

Sobre a CAO

A Comissão de Atletas Olímpicos (CAO) é uma entidade integrada do Comité Olímpico de Portugal que tem como atribuições estatutárias a representação dos atletas no Comité Olímpico de Portugal e entidades oficiais.

A CAO encontra-se representada nas seguintes entidades: Comissão Executiva do COP, Assembleia Plenária do COP e no Conselho Nacional do Desporto.

Consulte os documentos em anexo:

Formulário de Candidatura

Informação sobre os Atletas Elegíveis e Eleitores

Ofício Eleições da Comissão de Atletas Olímpicos

banner speakers 2017

Estão abertas as candidaturas para a 2ª Edição do Programa Atletas Speakers.

 

O programa Atletas Speakers visa dar aos atletas a formação e apoio necessário para que estes possam desenvolver uma atividade como keynote speakers ou palestrantes motivacionais.

 

Esta formação é desenvolvida de acordo com a metodologia da Academia Carla Rocha e é destinado a Atletas Olímpicos.

 

O programa de formação é constituído por 2 momentos distintos:

 

1.Formação em Técnicas de Apresentação:

Local: Sede do COP

Data: 1 de Fevereiro

Horário: 14h – 18h

Esta formação é aberta a todos os atletas olímpicos.

 

2.  Sessões de formação individuais:

Realização de sessões individualizadas com cada atleta.

 

Estas sessões destinam-se aos atletas selecionados para participação no programa.

 

As inscrições no programa são limitadas a 10 atletas. Para as inscrições é necessário gravar um vídeo contento uma breve apresentação pessoal e 3 razões pelas quais deverão participar no programa.

 

Serão selecionados os 10 atletas que demonstrem maior entusiasmo e paixão para participar no programa.

 

O vídeo deverá ser enviado para cao@comissaoatletasolimpicos.com até ao dia 3 de Fevereiro.

 

Mais informações e inscrição na formação em Técnicas de Apresentação para  cao@comissaoatletasolimpicos.com .

 

Mais informações sobre a Academia Carla Rocha em http://www.academiacarlarocha.pt/ .

 

Consultar Regulamento

Logo Segurança Social

Os Praticantes desportivos de alto rendimento que beneficiem de bolsas fixadas ou contratualizadas com o estado e que não estejam abrangidos por um regime obrigatório de proteção social podem efetuar a sua inscrição no Regime do Seguro Social Voluntário (SSV).

O SSV é um regime contributivo de caráter facultativo que tem por objetivo garantir o direito à Segurança Social das pessoas maiores de 18 anos e aptos para o trabalho que não se enquadrem de forma obrigatória nos regimes de proteção social.

Como aderir:

Para aderir ao SSV é necessário que o praticante desportivo de Alto Rendimento se dirija à sua delegação local da Segurança Social, loja do cidadão ou consulado se residente fora do pais. São necessários os seguintes documentos:

  • Requerimento em Formulários de Modelo Próprio: Mod. RV1007-DGSS – Requerimento Seguro Social Voluntário;
  • Fotocópia de Cartão de Cidadão, Bilhete de Identidade, Cédula Pessoal, Certidão de Nascimento ou outro documento de identificação válido e cartão de contribuinte;
  • Certidão médica de aptidão para o trabalho, realizada por médicos do Serviço Nacional de Saúde. No caso de Praticantes desportivos residentes no estrangeiro a certificação é efectuada por declaração do médico assistente do interessado, autenticada pela rede consular portuguesa;
  • Declaração emitida pelo Instituto Português do Desporto e Juventude, I. P., atestando que está inscrito no Registo de Praticantes Desportivos de Alto Rendimento.

Após a aprovação pela Segurança Social da inscrição no Seguro Social Voluntário, o praticante deve informar o IPDJ, IP, através de preenchimento de formulário próprio. A entrega deste formulário deve ocorrer até 15 dias após a receção da aprovação da Segurança Social.

Para mais informação pode consultar o Portal de Internet da Segurança Social em http://www.seg-social.pt/seguro-social-voluntario.

O pagamento mensal do SSV deve ser efectuado pelo praticante desportivo de alto rendimento nos termos estabelecidos pelos serviços da Segurança Social.

Este terá direito à assunção, por parte do IPDJ, I. P., dos encargos resultantes das contribuições que incidem sobre o primeiro dos escalões da base de incidência contributiva estabelecida na lei geral, correndo por conta do próprio o acréscimo de encargos decorrente da opção por uma base de incidência superior.

O IPDJ, IP, reembolsará o praticante das comparticipações pagas referentes aos meses em que se encontra inscrito no Registo de Agentes Desportivos de Alto Rendimento.

 

Consultar:

 

Seguro Social Voluntário - Informações para atletas

Mais informação sobre o Regime do Seguro Social Voluntário:

 

Seguro Social Voluntário